Cirurgia de correção de miopia é opção para jovens

July 5, 2019

Procedimento a laser, permitido para pacientes a partir dos 18 anos, apresenta resultados que podem dispensar o uso de óculos ou lentes corretivas

 

Cerca de 20% das crianças e adolescentes em idade escolar apresentam problemas de visão, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO). A miopia, dificuldade de enxergar objetos distantes, é o principal deles. 

 

A indicação para esses casos é o uso de óculos ou lentes corretivas. Se por um lado o acessório ajuda na qualidade visual, por outro, dificulta algumas atividades, especialmente, a prática de alguns esportes. 

 

O que muitos não sabem é que, a partir dos 18 anos, é possível realizar a cirurgia refrativa a laser para miopia, procedimento que pode dispensar o uso de óculos. Foi o caso da estudante Rayane Silva Bueno, de 19 anos. “Foi a melhor decisão que tomei. A cirurgia foi perfeita e já saí da sala enxergando. É uma visão que, quem usa óculos, não faz ideia”, relata a jovem.

 

A mãe dela, Jocimara Silva, também já realizou a cirurgia refrativa e conta que, por causa dos resultados, incentivou a filha. “Quando ela completou 18 anos, estimulei que fizesse o procedimento. Ela usava óculos desde os 7 anos e agora enxerga melhor do que quando os usava”, comemora.

 

A recomendação é que a cirurgia de correção da miopia, astigmatismo ou hipermetropia seja feita em pacientes com grau estabilizado e com mais de 18 anos, por conta da formação e estrutura do organismo. O oftalmologista Leonardo Volpini, que faz parte do corpo clínico da PMX Centro Oftalmológico em Curitiba, explica a correção feita pelo procedimento. “O paciente que optar pela cirurgia refrativa resolve o problema de focalização da imagem corrigindo o erro do sistema óptico. Mas é importante destacar que, independente da idade, a indicação de cirurgia deve ser analisada caso a caso”, orienta.

 

Principais Técnicas

 

As técnicas mais usadas são o PRK e o Lasik. “O PRK é uma cirurgia feita na superfície da córnea. Nela é retirada a parte epitelial com laser, que é aplicado direto na membrana basal. Essa técnica tem como desvantagem a recuperação visual mais lenta, porém o nível de segurança é maior e cada vez mais os cirurgiões vem indicando essa técnica”, afirma o médico cirurgião oftalmológico, Eduardo Miranda, que dirige o Centro Oftalmológico PMX, em Curitiba, e atua também na formação de novos cirurgiões. 
 
No Lasik, é técnica com recuperação mais rápida, em alguns casos, chega a 48 horas. “Nesse procedimento é confeccionado o flap, como se fosse a tampa de uma laranja. Essa "tampa" pode ser feita com lâmina ou com laser e pode ter espessuras variáveis, de 90 a 160 micras. Nós utilizamos um software que analisa o nível de segurança para se realizar esse procedimento em relação à espessura da córnea. Quando os resultados pré-operatórios são positivos, é inquestionável a satisfação cirúrgica”, complementa o médico oftalmologista.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Perguntas e respostas sobre cirurgia refrativa a laser para miopia

September 22, 2017

1/3
Please reload

Posts Recentes

September 20, 2019

Please reload

Arquivo