Catarata: o que é, sintomas e tratamento


A catarata é uma doença muito mais comum do que muitos imaginam, principalmente em pessoas acima de 60 anos. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o problema é responsável por 47,8% dos casos de cegueira no mundo e, aos 75 anos de idade, a incidência chega a 80%. Porém, felizmente, esse tipo de cegueira é reversível.

De acordo com a Associação Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa, o termo “catarata” é dado para qualquer tipo de perda de transparência do cristalino, lente situada atrás da íris, seja ela congênita ou adquirida, independente de causar ou não prejuízos à visão.

A causa mais frequente de catarata é o envelhecimento do cristalino em decorrência da idade, chamada de catarata senil. Porém, também pode ser associada a alterações do metabolismo por conta de certas doenças sistêmicas, (ex. diabetes mellitus), oculares (ex. uveíte), tabagismo, alcoolismo, secundária ao uso de certos medicamentos (ex. corticoides) ou a trauma ocular (contuso, perfurante, por infravermelho, descarga elétrica, radiação ultravioleta, raios X, betaterapia ou queimaduras químicas graves).

No Brasil, dados da Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO) apontam que surgem 552 mil novos casos de catarata todos os anos no país. O principal sintoma da doença é a perda gradativa da visão tanto para longe como para perto, mesmo com o uso de óculos.

Na maioria dos casos, não é possível diagnosticar a olho nu e, muitas vezes, nem mesmo é percebida rapidamente pelos próprios portadores em sua fase inicial. Os principais sintomas da catarata são: sensação de visão embaçada, alteração contínua da refração (grau dos óculos), maior sensibilidade à luz, espalhamento dos reflexos ao redor das luzes e percepção que as cores estão desbotadas.

A doença também pode causar uma piora da miopia com redução da visão em baixo contraste e baixa luminosidade, principalmente para longe, em comparação com a visão para perto. Para chegar a um diagnóstico, somente um oftalmologista pode realizar os exames necessários e indicar o melhor tratamento cirúrgico de acordo com cada paciente.

Tratamento

O médico cirurgião oftalmológico, Eduardo Miranda, diretor da PMX Cirurgia Oftalmológica, clínica especializada em catarata em Curitiba, explica que o tratamento é cirúrgico. “A catarata é removida e é feito o implante de uma lente intraocular, que substitui a lente natural do olho, chamada ‘cristalino’. Na maioria dos casos, o problema surge pelo envelhecimento natural. Em estado normal, essa área é clara e transparente. No paciente com catarata, o cristalino passa por um processo que torna essa lente opaca”.

De acordo com o cirurgião oftalmológico, a recuperação depende de cada paciente e também do tipo de catarata que ele desenvolveu. “Geralmente em uma semana o paciente já consegue voltar suas atividades cotidianas. A cirurgia não exige internamento e o paciente pode ir para casa logo após o procedimento. Em até 30 dias, quando há os devidos cuidados pós-operatórios, os olhos já estão bem recuperados da cirurgia. A principal dica é que o paciente siga as orientações do seu oftalmologista”, ressalta o médico.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
NOSSO TELEFONE
NOSSO EMAIL
NOSSOS HORÁRIOS

Segunda a sexta, das 9h às 18h30

VOLTE SEMPRE

Esperamos sua visita em nossa clínica, em nosso site e redes sociais. Fique sempre por dentro das notícias sobre cirurgias oftalmológicas na PMX.

  • Instagram PMX
NOSSOS SERVIÇOS

- Oftalmologistas

- Lentes intraoculares

- Cirurgia de Catarata

- Transplante de Córnea

- Exames oftalmológicos

- Cirurgias refrativas a laser

- Tratamento de doenças oculares

ENCONTRE-NOS

Curitiba:

Rua Presidente Rodrigo Otávio, 1976

Bairro: Hugo Lange.

 

Fazenda Rio Grande:
Rua Ephigênio Pereira da Cruz, 1396.
(Policlínica Fazenda Rio Grande)

 

Lapa:
Rua Tenente Henrique dos Santos, 360. (D’Agostini Clínica Médica)

 

© 2020 PMX Cirurgia Oftalmológica | Criado por Ser Mídia - Marketing e Comunicação Estratégica